Reprodução humana e medicina fetal

A GeneOne atua nas áreas de medicina fetal e reprodução humana, através da análise genômica em gestantes e em embriões, respectivamente. Com os exames genéticos é possível a identificação precoce de defeitos congênitos ou restrição de crescimento, cujo tratamento pode começar antes do nascimento. 

O que é medicina fetal?

A medicina fetal, faz parte do ramo da ginecologia/obstetrícia. É responsável pelo tratamento e coordenação da saúde da gestante e do feto, desde o início da gravidez até logo após o parto. Tem como objetivo avaliar o feto e as malformações congênitas que podem ser observadas ainda na gravidez.

Para a medicina fetal, a GeneOne oferece os mais modernos exames com esta finalidade, como o NIPT Panorama (teste genético pré-natal não invasivo), capaz de rastrear síndromes genéticas, como a síndrome de Down, a partir do sangue materno. 

E os exames genéticos em reprodução humana

Os exames genéticos de reprodução humana são muito importantes, especialmente devido ao aumento do risco de ocorrência de síndromes genéticas, incluindo-se a síndrome de Down, a partir de 35 anos de idade. A partir desta idade, além de ser mais difícil obter uma gestação, ocorre o aumento do risco de problemas durante a gestação, perda gestacional ou de o bebê apresentar alteração cromossômica. 

Dentre os exames com foco em reprodução humana, a GeneOne realiza as análises embrionárias. Inclui-se o teste genético pré-implantacional para aneuploidias (PGT-A), visando rastrear síndromes genéticas como a síndrome de Down, que amplia as chances de a fertilização in vitro (FIV) ser bem-sucedida.

A medicina de precisão possibilitou a análise do material genético do embrião antes da implantação no útero, é possível identificar alterações e, com isso, realizar o transferência de embriões cromossomicamente normais, evitando anomalias genéticas hereditárias.